Fogap da Canção Gaúcha reuniu jovens e integrou países

O objetivo de valorizar a cultura musical dos adolescentes e jovens aprendizes do Rio Grande do Sul foi alcançado. O Fogap da Canção Gaúcha se realizou nas dependências da Sociedade Cultural e Recreativa Parobé no último dia 20 de novembro, em uma iniciativa da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Rio Grande do Sul, juntamente com o Fogap, Fórum Gaúcho de Aprendizagem Profissional, e com o Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (Fepeti). O festival contou também com o apoio da Prefeitura Municipal de Parobé, Faccat, Universidade de Caxias do Sul (UCS) e Urbanizadora Visual, com coordenação de Geraldo Antonio Both.

Diversas autoridades prestigiaram esse momento tão importante, entre elas a secretária da Inspeção do Trabalho Maria Tereza Pacheco Jensen, que representou o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira. Presentes também o prefeito interino de Parobé, Moacir Clomar Jagucheski, e o presidente do Legislativo de Parobé, Enio Terra. O grupo de autoridades e convidados foi composto ainda por Fernanda Linhares Garcês, analista de Projetos da Agência Brasileira de Cooperação do Ministério de Relações Exteriores, e Fernanda Barreto Ribeiro, coordenadora do Programa de Cooperação Sul Brasil do Escritório da Organização Internacional do Trabalho (OIT) para o Brasil, além da auditora fiscal do Trabalho Denise Brambilla Gonzales, que é também coordenadora da Aprendizagem do Rio Grande do Sul e coordenadora-geral do Fogap e Fepeti. Participaram ainda delegações do Paraguai, Peru, Jamaica, Mali, Tanzânia, Moçambique e Mianmar. O encontro ainda teve homenagens ao Dia da Consciência Negra, marcado pela beleza das rainhas da Festa Afro-Brasileira Mariá Souza, categoria juvenil, e Maviane Silva, categoria adulta.

Outra atividade de peso na agenda do evento foi a mostra sobre trabalhos de aprendizagem e qualificação profissional, trazida pelas empresas Bibi e Bottero, Sindicato dos Sapateiros de Parobé e várias entidades formadoras. Cenários de muita emoção foram vistos na abertura e no encerramento, com a interpretação do Hino Nacional e Hino Rio-grandense em Libras, feita por jovens surdos da Entidade Reviver, de Canoas, além das belas apresentações da Orquestra Jovem do Rio Grande do Sul, com os aprendizes da instituição do Pão dos Pobres, a Invernada Mirim do DTG Querencia Azaléia e o show de Hip Hop da ONG Vida Breve, de Taquara. A Pequena Casa da Criança foi destaque na programação com o grupo de flauta. O Fogap da Canção Gaúcha teve, ao todo, 14 belas interpretações e algumas delas foram premiadas. A Pequena Casa da Criança também fez bonito e levou o título de melhor torcida! Os demais resultados estão abaixo:

1º Lugar: “Trilha da aprendizagem”, com letra, música e interpretação de Lucas Carvalho de Oliveira, que representou o Instituto Leonardo Murialdo, pelo Hospital Ernesto Dornelles, e que ainda foi agraciado com o prêmio de Melhor Rap e Melhor Letra Sobre Aprendizagem.

2º Lugar: “Aprenda para viver e viva para aprender”, com letra, música e interpretação de Maxwel Pereira dos Santos, que representou a Fundação Pão dos Pobres pelo Sine Informática, e ainda recebeu o prêmio de Melhor Interpretação.

3º Lugar: “E se a vida te derrubar”, com letra, música e interpretação de Jonas Assunção da Silva, que representou o Senai pela empresa de Calçados Bibi Ltda, de Parobé.

Melhor Letra sobre Trabalho Infantil: “Tente entender”, com letra, música e interpretação de Leonardo Brião de Oliveira, Paulo Sergio Marques e Pedro Henrique Araújo, representando a entidade Espro, pelas empresas Banco de Lage Landen, SLC Agrícola e Cyrela Goldztein.

O Prefeito de Parobé, Moacir Clomar Jagucheski, fez a entrega de certificados para as delegações do Paraguai, Peru, Jamaica, Mianmar, Mali, Tanzânia, Moçambique e Ministério do Trabalho do Brasil, além da Agência Brasileira de Cooperação e da Organização Internacional do Trabalho. Certificados foram concedidos ainda à coordenadora estadual da Aprendizagem Profissional, Denise Brambila Gonzales. O Fogap deu certificados a todos os participantes do Fogap da Canção Gaúcha. Os troféus foram confeccionados pelos jovens aprendizes da Fundação Pão dos Pobres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

 

Your browser is out of date. It has security vulnerabilities and may not display all features on this site and other sites.

Please update your browser using one of modern browsers (Google Chrome, Opera, Firefox, IE 10).

X